Representatividade dos notários e registradores

CNR atua para que setor receba assistência necessária para fortalecer e amparar a atividade

A Confederação Nacional de Notários e Registradores – CNR nasceu fortalecida para atuar em todo território brasileiro por meio da estrutura integrada por um tripé de Federações representativo de Sindicatos de todo o País: Febranor (Federação Brasileira de Notários e Registradores), Finnotar (Federação Interestadual dos Notários e Registradores dos Estados Norte e Nordeste), e Finorsc (Federação Interestadual dos Notários e Registradores do Sul, Sudeste e Centro Oeste). O reconhecimento pelo Ministério do Trabalho e do Emprego confere legitimidade à CNR para atuar como entidade de grau superior representativa da atividade Notarial e de Registro.

Intensificar a comunicação e o relacionamento, defender os legítimos interesses e assegurar os direitos dos notários e registradores de todo o Brasil. Esses são os princípios básicos da CNR, que reúne qualidades para colaborar com o desenvolvimento sustentável social e econômico do país.

É por meio da entidade que os contextos institucionais, jurídicos e econômicos da atividade notarial e de registro são fortalecidos e ganham maior representatividade. E, por consequência, têm seus serviços reconhecidos como instrumentos efetivos de justiça, equidade e organização social.

A Confederação é uma conquista de todo o setor, e vem, depois de muito esforço, oferecer mais um mecanismo de atuação. Haverá sempre obstáculos, mas agora a atividade conta com uma instituição sindical de grau superior para representá-la junto aos Poderes constituídos”, avalia o presidente Rogério Portugal Bacellar.